Juína - MT

 

Origem Histórica

Juína é referência geográfica ao Rio Juína-Mirim.

O início da povoação se deu através da construção da rodovia AR-1, que liga a cidade de Vilhena, no Estado de Rondônia à cidade de Aripuanã - MT, que na década de 70 era de difícil acesso.

Coube a CODEMAT (Companhia de Desenvolvimento de Mato Grosso) a iniciativa do Projeto Juína, pensado inicialmente por um grupo de diretores e funcionários, juntamente com diretores da SUDECO (Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste).

Identificadas às terras de maior fertilidade, definiu-se a área do projeto com aproximadamente 411 mil há na região do Alto ARIPUANÃ e Juína-Mirim, do km180 a280 da rodovia AR-1.

A colonização de Juína começou a partir de 1978, quando inúmeras famílias, especialmente do centro-sul do país, migraram para esta região.

O engenheiro Hilton Campos, detentor de grandes méritos da criação e colonização de Juína, não mediu esforços para levar os primeiros sinais de progresso à “Rainha da Floresta”, termo pelo qual é conhecida a cidade. 

O projeto que resultou no surgimento de Juína foi considerado o maior êxito de colonização da Codemat.

Devido o crescimento acelerado, em 10 de junho de 1979, foi criado o distrito de Juína, com território jurisdicionado ao município de Aripuanã.

Em 09 de maio de 1982, através da Lei Estadual nº 4.456 Juína passou a município.

A base econômica é a pecuária, agricultura perene e de subsistência, extrativismo vegetal e mineral.

 

População: 39.301 habitantes

Limites: Aripuanã, Castanheira, Brasnorte, Sapezal, Comodoro e Estado de Rondônia

Distância de Cuiabá: 735 km