SÃO MIGUEL DO GUAPORÉ - RO

 

Breve Relato

São Miguel do Guaporé é um dos grandes municípios do interior do Estado de Rondônia, sendo atualmente o mais importante na Região do Vale do Guaporé na produção de leite, café e grãos que expande com a produção de arroz, soja e milho, a cidade atualmente é impulsionada por uma indústria frigorifica de onde fornece mais de um mil empregos diretos e indiretos.

História

A história do Município de São Miguel do Guaporé começou em 16 de junho de 1984, quando se reuniram várias pessoas com o Dr. João Bosco, executor do Projeto de Colonização “Bom Princípio”, para tratarem da criação de um patrimônio às margens da BR-429, que liga Costa Marques à BR-364.

O INCRA doou uma área de 350 hectares, à altura do km 125, para formação do novo patrimônio. O nome de São Miguel surgiu em função da existência do rio São Miguel, que fica próximo ao local, e segundo informações dos habitantes da época, por causa disso, o lugar chegou a ser chamado de São Miguel do Oeste.

A população lutava pela emancipação, quando no dia 6 de outubro de 1987, à noite, houve uma reunião das lideranças do lugarejo, com a participação do delegado do IBGE em Rondônia, Gerino Alves, e do chefe de gabinete do deputado Reditário Cassol, para definição dos limites do futuro município e foi escolhido o nome.

 

O delegado do IBGE explicou que São Miguel do Oeste não poderia ser usado, porque já existia outro município com esse nome e a lei não permitiria a criação de nova unidade político-administrativa com a mesma denominação. Sugeriu então, que se usasse a expressão do Guaporé, porque o rio São Miguel era um dos mais importantes afluentes do rio Guaporé.

 

A sugestão foi aceita e o processo de emancipação tramitou na Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia com o nome de São Miguel do Guaporé, que foi emancipado no dia 6 de julho de 1988, através da Lei nº 206, assinada pelo governador Jerônimo Santana, desmembrando a área do município de Costa Marques e revogando a Lei nº 200, de 7 de janeiro de 1978.

ECONOMIA

As principais atividades econômicas do Município de São Miguel do Guaporé são o comércio de pequeno e médio porte, laticínios, frigorífico e a pecuária bovina.

A cidade possui várias empresas já instaladas, a maioria de pequenos comerciantes que atuam no ramo varejista, bem como também há várias indústrias de pequeno porte, tais como: beneficiamento e torrefação de café, beneficiamento de arroz, etc.

Uma das principais fontes de riqueza na economia do município é a agricultura, sendo que os principais produtos da agricultura temporária em ordem decrescente de quantidade produzida são: a mandioca, o cará, a soja, o milho e o arroz. A agricultura permanente tem o café como o principal produto cultivado.

Nos últimos anos o município vem se destacando como um dos maiores centros de criação pecuária do Estado. A maior quantidade do rebanho é formada por bovinos de corte, que são abatidos por um frigorífico de grande porte localizado no município.

GEOGRAFIA

São Miguel do Guaporé é um município brasileiro localizado no Estado de Rondônia, o município localiza-se a uma latitude 11º41’37” sul e a uma longitude 62º42'41" oeste, estando a uma altitude de 205 metros, sua população estimada pelo Censo 2010 é de 21.828 habitantes e possui uma área de 7.460,219 km².

POLÍTICA

Prefeitos:

O primeiro prefeito eleito do município foi o médico Paulo Nóbrega de Almeida, que assumiu o mandato no dia 1º de janeiro de 1989.

1993 a 1996 - Rones Roberto Mesquita
1997 a 2000 - Reni Agostini
2001 a 2004 - Reni Agostini
2005 a 2007 - Paulo Nóbrega de Almeida
             2008 - Sidnei Aparecido Polletini
2009 a 2012 - Ângelo Fenali
2013 a 2017 - Zenildo Pereira dos Santos

Vereadores:

Adilson dos Santos Moreira
Antonio Ap. Correia da Silva
Celma Mesabarba Silva
Darcy Rodrigues Tomaz
Gilmar Ramos dos Santos
Ismael Crispin Dias
João de Paulo Neto
Marco Antonio Ferreira
Sebastião Costa Carneiro
Vagner Reis Tenorio
Valmir Ap. Pessoa dos Santos